“Mafrada”

 

Ó Clarinha, as pintas da tua blusa

São de cor tão vermelhinha

C’mo vinho verde na infusa.

 

Ó clarinha dá-me um pouco do teu vinho

Enche a minha canequinha

Que é dia de São Martinho

 

Vamos beber

Depois cantar em voz alta

Que o vinho da Clarinha

Faz animar toda a malta.

 

No baile da Dona Ester

Aí pela semana passada

Foram dar com o "chaufer"

A dançar com a criada

Dizia ela baixinho

Na prize és bestial

 

Eram p’rái sete e pico

Oito e coisa nove e tal.

 

Está quieto não mexas

Isso era antigamente

Hoje toda a gente mexe

De uma maneira diferente

 

Passa a gente a vida inteira

Sem descansar um bocado

Pois não existe maneira

De pôr o mexer de lado

 

Está quieta não mexas

Não ponhas a mão

Vê se tens maneiras

E ponderação

 

Sacramento, avarento

Quando é o teu casamento...lá, lá.

 

Tenho duas conversadas

Sei que às duas faço falta

Uma é alta da Beira Baixa

Outra é baixa da Beira Alta

Meninas da Beira Baixa

Meninas da Beira Alta

Meu coração não vos deixa

Dai-lhe aquilo que lhe falta

 

Francisco, cisco, cisco

É pescador

Pesca no rio e no mar, ar, ar

Ai faça chuva

Ou faça sol

O Sr. Francisco põe o isco no anzol, ol, ol

 

Fim-de-semana lá vai, lá vai

Com a sua cana de casa sai

Com as marés no pensamento

Lá vai p’rá pesca com qualquer tempo.

 

Francisco, cisco, cisco

É pescador

Pesca no rio e no mar, ar, ar.

Ai faça chuva

Ou faça sol

O Sr. Francisco põe o isco no anzol, ol, ol.

 

Vi-te picar no ouriço

Ao apanhares a castanha

Não voltes a fazer isso

Tem mais cuidado na apanha

 

Tira o dedo do ouriço

Não vás tu picar-te nisso

Seja cozida ou assada

Mesmo crua é saborosa

Tem de ser bem descascada

Sem camisa é mais gostosa

 

Tira o dedo do ouriço

Não vás tu picar-te nisso.

 

Segunda, Terça, Quarta

Quinta , Sexta, Sábado

Domingo, vai a malta passear

Sete dias na semana

E um só para descansar.

 

2º Feira? Namorei a Rosalinda

Na 3ª Feira? Eu falei à Miguelina

Na 4ª feira? Encontrei a Manuela

Na 5ª Feira? Fui sair com a Felisbela

Na 6ª Feira? Telefonei à Isaura

E no sábado? Estive com a Olga

E ao Domingo? Ao domingo estou de folga

 

Ora vejam lá, há, há

Ora vejam lá, he, he

Ora vejam lá, sorte como esta não há.